O preço da liberdade é a eterna vigilância

Esta frase, de Thomas Jefferson, presidente dos Estados Unidos e o principal autor da declaração da independência daquele país traduz o momento que sinto.

Nesses dias que antecedem feriado nacional de proclamação da república, hoje tão conturbado em razão de movimentos convocados, estou vigilante.

Mais do que nunca estou atento ao fato que hoje esta cada vez mais difícil obter informação de governo sem viés de incitação.

A forma como a sociedade se desenvolveu hoje no Brasil é nociva ao convívio das pessoas, ao livre exercício e pensamento sobretudo a cobrança dos responsáveis de nossos direitos.

A proliferação de cargos, e o inchaço na administração pública chegou ao ponto que hoje é muito difícil apontar o dedo e responsabilizar o agente por sua promessa, falta e omissão.

Na hora de divulgar uma realização a logica se inverte, não faltam interessados em se dar o credito da participação do feito…

A midia social outrora telegráfica, como o twitter embora tenha permitido a utilização de um número maior de palavras continua o grande vilão da história.

Chego ao cúmulo de ver a retransmissão de um agente público tirando a foto de um poste pelo prefeito, como se fosse uma coisa boa, quando na realidade não passa de uma tentativa barata de obter engajamento para ignorar aquelas perguntas sem respostas, e sem responsabilidade ate hoje.

Moro numa cidade sem legado olimpico, que só não quebrou antes dos eventos porque contou com um quarteto fantástico de políticos, direita e esquerda, que privilegiaram torrar dinheiro na venda desse até então sonho em detrimento de hospital, escola e da ordem urbana.

Cada um com seu clube e sua turma, empreenderam de forma leviana no gasto de dinheiro. E a realidade esta ai. Sem hospital, sem escola, o que fazer? Aprovaram uma emenda constitucional para incorporar o gasto do transporte e Manutencao, da merenda como se fosse educação.

Isso para mim é o suficiente para dizer não. Na minha opinião deveriam todos ir a cadeia não sem antes andar no BRT e na ciclovia para início de conversa, e utilizar o hospital público que os mesmos se louvam na eleição e esquecem na operação.

E o que isso tem haver com o dia de amanhã?

Tenho sobre esse sistema uma vantagem que adquiri justamente da minha natureza afetiva. Ser gay não é facil, palavras como bisha, viado, homossexual e atos de exclusão, censura e cerceamento de opinião, ate mesmo perseguidores de fake news estão aí, e os vivi ha mais de dez anos.

Viver essa condição ruim para a sociedade até os dias de hoje, e que não tem amparo em nenhuma igreja por exemplo não é para fracos.

No final do dia entendo que existem pessoas insatisfeitas com a casuística dos tribunais, que estão cansadas desse poder que vive no debate ineficiente da dialética um mando e desmando, que prejudica a vida das pessoas em igual ou maior proporção dos gestores, ainda que seja na defesa da lei e suposta ordem.

Vinte anos na profissão e a pirâmide do judiciário esta invertida, temos poucos juizes, muitos processos, um numero exponencial de auxiliares que trabalham na condução do processo e para cumprir estatística, classificam, minutam as decisões que se convalidam na base da autenticação pelo token.

Essa é a principal crítica que faço ao Brasil. Isto não os torna criminosos, embora gostaria que fossem. Não vejo no CNJ nenhuma atuação real no combate a incompetência dos magistrados. Quando fui la reclamar recebi por resposta que a reclamação deveria ser feita no juiz de origem.

Porém não confundo a minha indignação com a politização de pessoas. Por ela não divulgo, não divulgarei. Não participo nem irei a evento político.

Acompanho a doutrinação em rebanho pela midia e por aqueles que esperam por isso influenciar o próximo, e torço por melhores dias que virão.

Boa semana, boa leitura, bom dia ao próximo e bom feriado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s