Vamos ao que importa

Nascemos virgens de conceitos, cheio de ideias e sem muitos meios de expressao que sejam capazes de traduzir, com eficiencia, nosas vontades. Nosso charme (ou instinto de sobrevivencia) se resume a “caras e bocas”. É atraves desta que comunicamos alegria, tristeza e lamentavelmente, quando for o caso, a dor.

De heranca genetica e funcionamento perfeito (ou pelo menos deveria ser) carregamos as funcoes vitais que dao suporte a um corpo e mente que requer tempo, paciencia, treinamento e educacao continuada, para ao longo do primeiro terco da vida, aprender e se capacitar com instrumentos que servirao de base para a vida.

A titulo de ilustracao, a formula que me foi passada por inumeras instituicoes de ensino do brasil ou no exterior, se resumiu em conceitos de linguagem, geografia, historia, matematica, ciencia, fisica, quimica, arte e musica dentre outros que foram absorvidos (ou nao) na medida em que minha mente e corpo evoluiu ao estado em que adquiri inteligencia emocional, conceito que para efeitos desse raciocinio resumo por maturidade.

Tenho certeza que nada disso seria possivel tivesse eu passado fome, pois é, nosso corpo é o maior vilao da historia, consome grande quantidade de energia para funcionar, guardado as devidas proporcoes entre seres vivos, por melhor que sejamos, nao temos capacidade de aproveitar integralmente o que comemos e bebemos, mais isso e papo para outro post.

A questao é que na fase crianca felizmente aprendi muitas palavras, ainda que em idiomas diferentes, a observacao me forca concluir que depois da comida e do nucleo familiar indispensavel na formacao de um bom carater (nascemos virgens de vicios e cafagestagem) o acesso a educacao e maior numero de palavras é fundamental,

Os exercicios psicomotores de caligrafia, leitura, solucao de problemas de matematica e desenhos nas aulas de artes foram fundamentais pois atraves deles desenvolvi uma dimensao da minha personalidade tal como a que temos para assuntos de religiao (ou nao) e/ou amizade.

… Para ser continuado…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s