MUSICA !

Muito mais do que a organização de sons (e silencio) ao longo do tempo – que pre-organizados em partitura compõe a harmonia, melodia e ritmo – a musica sempre teve um papel fundamental na minha vida. 

Aí vai uma dica: não importa o estilo e a música que se escuta, importante é estar aberto e, se em um dado momento voce se sentir ser tocado pelo que escuta, não foi por acaso e sim por sintonia… 

 

 

O que passou, passou
Não volta nunca mais
O que passou, passou
E só experiência traz
Por isso que eu não vivo de passado
Sigo olhando pra frente
Com Deus do meu lado
Falar que vai correr atrás do tempo perdido
Falar que vai fazer o que não tinha conseguido
São meros desejos
Sonhos que já passaram
Pessoas que passam a vida se culpando porque erraram
Mas a parada é sempre olhar pra frente
Manter a cabeça fria
Mesmo embaixo do Sol quente
Junto com o DJ em cima da batida
Vou mandando a letra
Eu vou mandando a minha rima

Donna Summer, conhecida como a rainha da era das discotecas, morreu hoje aos 63 anos! mais uma que perdemos na dura batalha contra o câncer.

(Folha) Donna, filha de um açougueiro e uma professora, nasceu como LaDonna Andrea Gaines. Cresceu ouvindo músicas de Dinah Washington, Supremes, Dionne Warwick e Janis Joplin.

No ensino médio, se juntou a um grupo chamado Crow. Mais tarde, trabalhou fazendo backing vocal para o grupo Three Dog Night.

Em 1971, como Donna Gaines, lançou seu primeiro single, uma cover de “Sally Go ‘Round the Roses”. Ela se casou em 1972 com o ator austríaco Helmuth Sommer, de quem adotou o sobrenome, modificado para “Summer”, e teve sua primeira filha em 1973. Pouco depois, se divorciou.

Summer também foi casada com o músico Bruce Sudano, com quem teve outras duas filhas.

Ainda no início dos anos 70, cantando como backing vocal, Summer conheceu os produtores Giorgio Moroder e Pete Bellotte, nomes que ajudaram a dar forma à era disco. Em 1974, lançou seu primeiro disco, “Lady of the Night”.

Em 1975, ela levou a Moroder algumas ideias para a canção que viria a se tornar seu primeiro grande hit, “Love to Love You”, lançado na Europa. A música alcançou as pistas dos EUA e do resto do mundo logo depois, como “Love to Love You Baby”, chegando à segunda posição na parada “Billboard” em 1976.

A partir daí, reinou absoluta e passou a movimentar as pistas de dança de todo o mundo até o início dos anos 80, quando tentou se lançar em outros estilos musicais. Em 1983, lançou o sucesso “She Works Hard for the Money”.

Summer investiu também na carreira de atriz e apareceu no filme “Até que Enfim é Sexta-Feira” em 1978.

O 17º e último álbum de Donna Summer, “Crayons”, foi lançado em 2008.

Numa de suas últimas vindas ao Brasil, Donna Summer fez shows em São Paulo e no Rio, em novembro de 2009.