CoronaVirus & China: pior de tudo são os olhos fechados.

Sem polemizar, a questão inerente a falta de equipamentos médicos no contexto do coronavirus pode ser sintetizada na seguinte frase: “Não acho que quem ganhar ou quem perder, nem quem ganhar nem perder, vai ganhar ou perder, vai todo mundo perder.”

Que fique bem claro aqui. O Brasil não perdeu por conta da aquisição de material algum pelo governo americano. Claro que não.

O Brasil perde e vem perdendo, por não ter ao longo desses anos, investido na criação de um parque industrial. Por ter pautado sua política na distribuição de renda, no aumento da máquina pública e nos direitos sociais em detrimento da capacitação do Estado. Enquanto o Brasil continuar com esse faz de conta, de usar a estatística do CAGED para medir emprego, e as pessoas não conseguirem viver de seus salários, o País não vai para frente. Não foi. Não vai. Não irá. Patria mal à saúde, mal a empresa, mal aos empregos, mal aos brasileiros.

Hoje estamos à mercê do ministério da saúde, e da política de conta-gotas, que vem ditando desde a distribuição de exames, que faltam , não são o suficiente, a diversos tipos de auxílio para todos os Brasileiros… que estão prejudicados.

Muito me surpreende saber que alguns empresários estão finalmente se juntando para ajudar nos hospitais de campanha. Essa história esta muito enrolada. Os hospitais públicos sequer funcionam e o governo vende a bandeira do hospital de campanha.

Acho que a baixada e a periferia seria o melhor lugar. Ha mais de ano venho lendo que o sistema público de saúde esta em dificuldades. Falta tudo por la, menos no hospital de campanha?!

Não quero copiar a China, não quero hospital em 10 dias, quero em 10 dias o hospital público funcionando. Quero o servidor valorizado e responsabilizado. Quero servidor eficiente. Quero os equipamentos indo para la. Quero esse erro histórico, que essa omissão histórica seja corrigida. Quero que o investimento e emprego gerado em prol daqueles que morrem todos os dias, por falta de saúde e de estado, seja pelo menos produtivo para a posteridade. E a posteridade não esta na campanha… seja política ou de hospital.

Não há posteridade em mais esse absurdo. Ouvi a declaração e fiquei com pena do povo Brasileiro e vergonha do Ministro. Acho que ali ele se equivocou. Não esta sendo coerente com a história. Ainda que o time tenha outros ministros que volta e meia aparecem nos jornais por declarações impróprias, ainda que fora de contexto, estão mais certos que esse.

Considerando que todos nós em algum momento seremos infectados, ate esse dia, todo mundo corre algum risco, nada é certo e seguro. Ficaria feliz para um início de conversa que alguém em nome do governo pedisse desculpa, a todo mundo.

Enquanto esses políticos não reconhecerem essa dívida que tem com a sociedade que sustenta o Brasil até nessas horas, não vamos para frente. Simples assim.

Não to pedindo para ninguém bater panela não, to na esperança que um sensato ai enfrente a maquina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s