Algumas das motiva√ß√Ķes e coisas boas da pol√≠tica.

Ser político me permite:

1)  acreditar na democracia.

2) acreditar na liberdade de express√£o.

3) procurar novas ideias.

4) acreditar na força da palavra e da união.

5) ajudar as pessoas.

6) expor fatos e abrir o dialogo com a sociedade.

7) escutar pessoas.

8) entender que √© preciso de¬†nova abordagem as quest√Ķes p√ļblicas.

9) entender que os problemas p√ļblicos precisam ser resolvidos e n√£o omitidos e esquecidos.

10) perceber que uma pequena ação, por menor que seja hoje, pode mais a frente ajudar muitas pessoas.

Um político deve ser tudo de bom para a sociedade, e mais ainda para aqueles que confiaram e acreditam na evolução, mais acho que a banalização do político, a falta de identidade de muitos que se apoiam em instrumentos de marketing, acabam desviando o foco do SER e FAZER para o que nesse caos sentimos e se hoje esta difícil precisamos agir para não ficar pior ainda.

Votar é bom, é uma das poucas ferramentas que iguala todos sem distinção, e reflete na sociedade de um modo geral, daí porque o exercício e o debate das idéias é fundamental para todos, sem exceção.

Fatos, coisas e pessoas que me fazem sentir mais velho…

1) Macaulay Culkin – depois de esquecido 3 vezes, de virar menino dem√īnio etc e tal hoje tem 30 anos e uma apar√™ncia nada agrad√°vel.

2) O bebe da capa do √°lbum do Nirvana cresceu… e Kurt Cobain cometeu suic√≠dio 17 anos atr√°s.

3) As Spice GIRLS hoje seriam Spice WOMANS com 33, 35, 37, 38 e 35 anos respectivamente

4) Backstreet BOYS est√£o igualmente crescidos com 36, 39, 31, 33 e 37 anos.

5) Hanson, os meninos de ontem hoje s√£o papais hoje e o Jordy??? ou est il?

6) Cantora Aaliyah morreu 10 anos atr√°s em um tr√°gico acidente.

7) Marilyn Monroe teria 86 anos de idade.

8) John Kenedy talvez com 92 anos.

9) Teletubbies foi exibido pela primeira vez ha uns 10 anos atr√°s… Tartarugas Ninja s√£o coisas do passado.

10) A famosa cena da torta do filme American Pie ocorreu ha 12 anos atr√°s.

11) Always Be My Baby de Mariah Carey; The Crossroads de Bone Thugs-N-Harmony; Because You Loved Me de Celine Dion; Ironic de Alanis Morissette; Nobody Knows de Tony Rich Project; foram alguns dos hits mais tocados 15 anos atr√°s.

12) O Walkman da Sony, revolucion√°rio, foi criado ha 33 anos… pois √©, hoje em dia fita cassette ningu√©m tem.

13) O ICONE do diskette de 3 e 1/2 presente ate hoje no Windows que representa o “SAVE” √© uma imagem do passado que hoje, em plena era PEN DRIVE & BLU RAY ningu√©m sabe o que √©.

14) E por falar em inform√°tica, America Online…. “You Have Mail!”; o Napster come√ßou o sistema de compartilhamento de MP3

15) Macarena não é nome de comida, foi uma dança como o Kuduro é hoje, e que ninguém mais sabe o que é.

16) Vanilla Ice foi um cara que ganhou um grammy, foi premiado e reconhecido no mundo inteiro cantando com a voz de outro.

17) Please Be Kind Rewind era uma frase comumente vista nas fitas de Videocassette presente nas locadoras de v√≠deo que n√£o existem mais ou s√£o rar√≠ssimas… outras formatos antigos foram o Betacam, Laser Disc, MiniDisc, 8Track, SACD, gravador de rolo e DAT.

18) Passar um FAX não é fazer o numero 2, o fax surgiu como alternativa ao fim do Telex e daquelas fitas perfuradas que eram ruins de transmitir.

Influencia ou sobrevivencia?!

Fui a loja x procurar um terno na semana passada, a vendedora optou em primeiro mostrar o que de mais caro havia na loja, uma gravata e cinto sem eu ter perguntado absolutamente nada.

Porque? destino? porque outros itens nao solicitados foram apresentados?

Entendo que ocorre pelo seguinte motivo: se tenho dinheiro para adquirir um terno e assim o faço, nenhum outro item da loja será tão caro, pelo contrário, vai parecer barato então é possível que isso sirva de motivação para a aquisição ou mesmo mais um pequeno incremento na comissão da vendedora.

Somos acostumados pelo marketing a sempre ver o mais caro primeiro para fazer um bom negócio em seguida ou comprar assim mesmo e sentir o preço da exclusividade (ou burrice).

Tivesse a vendedora mostrado o mais barato antes eu teria perdido o interesse? claro que nao! iria perguntar quais as diferen√ßas de pre√ßo e acabamento entre eles e escolher em √ļltima an√°lise o que melhor cabe no meu bolso.

Mais isso nessa loja não fiz porque a propaganda se reverteu em um banho de agua fria na minha intenção de comprar qualquer coisa, resultado, e continuo com os ternos antigos pelo menos até a proxima tentativa em outro lugar certamente.

Nao quero luxo nem LIXO quero fazer a minha parte no final…

Todos os dias temos a possibilidade de contribuir para a vida e trabalho dos outros.

Hoje me deparei com uma situação muito rotineira que frequentemente passa despercebida, seja pela rotina, seja pelas questoes do dia-dia de cada um.

Mais parei, pensei, nao fugi da responsabilidade e das minhas ideias, escrevi um email com a foto para o meu chara Pedro Luiz, que é sindico do condominio.

Ai vai:

Pedro,

Nunca entendi porque todo o lixo do le parc tem que ser posto na “rua de servi√ßo” que √© a rua particular atr√°s do condom√≠nio.

Uma decisão ilógica e irracional pelos seguintes motivos

1) rua de serviço é a entrada e saida e 2 porticos do Le Parc

2) rua de serviço é entrada e saida 2 docas do Le Monde

3) todos os prestadores de serviço entram no porte 4

4) caminhão de lixo nao tem espaço para manobrar, tem que sair de ré.

5) todo o lixo depositado na rua faz o caminh√£o demorar 3X mais para carregar o lixo.

6) todo o lixo na rua faz um transito e deposito de carrinhos que sao obrigados a andar por toda garagem e estao um lixo.

7) todo o lixo do le parc na rua de serviço torna a rua um lixão, como agora esta, pelo cheiro e pelos restos que ficam no caminho.

8) isso sem contar com a sobra que ficou, nao foi levada e aqui na rua em frente ao predio envelhece como chachaça.

olha a foto, um verdadeiro caos.

Proponho:

Acho que se fosse cada 1 no seu quadrado a operação seria mais rápida em cada um dos blocos.

A rua principal é a ideal para que isso aconteca porque é larga o suficiente para comportar a operação.

Precisamos pensar no sustentável e o problema de hoje pode, e deve ser encarado como um desafio e solução a reciclagem.

Precisamos pensar no mundo e no meio ambiente, como pensamos as nossas casas.

Poderiamos circular essa foto pelos elevadores com uma mensagem do bem dizendo aos moradores que nós podemos fazer a nossa parte, que meio ambiente é vida.

E o principal, voce ja se mostrou √ļnico com talento e competencia para entender as pessoas, falta muito pouco, uma quest√£o de sintonia fina no atendimento, gentileza gera gentileza, exige treinamento constante e nossa mao de obra, por melhor que seja esquece, como n√≥s tambem podemos nos esquecer.

E se tiver um grupo de reciclagem formado sugiro fazer um video para dizer “todos os dias dezenas de sacos de lixo s√£o retirados do le parc sem triagem de reciclagem, e que por certo irao ao lix√£o ou qualquer outro centro contribuir para a degrada√ß√£o do meio ambiente.”

Trabalhar essa questão requer mais do que logistica, requer conscientização e um esforço coletivo, requer mudar o hábito e agir com a certeza que a menor grama de lixo salvada hoje será menos algumas toneladas de lixo amanha.

E no final a certeza e recompensa que nos estamos fazendo a nossa parte.

Um abraco e bom final de semana.
Pedro Vaz

20120825-111107.jpg

O inconveniente defeito do eletrodo, no que se refere aos inconvenientes defeitos que engui√ßam o Renault ou chateiam seus donos.

Recebi o carro por volta das 16hs de terça-feira, ou seja, após um período de aproximadamente 7 horas de espera os testes concluíram que a falha teve origem em um eletrodo desregulado da vela de ignição e o motor, cujo funcionamento provocava um ruído que de fato (e sem demérito) lembrava o do fusca, falhou.

Un moment s’il vous plait, esse defeito √© uma grande sacanagem, fruto da obsolesc√™ncia (para n√£o dizer outra coisa) ou confesso estou mal acostumado porque nunca tive em nenhum dos outros carros que possu√≠ de marcas vw, fiat, honda, bmw, mercedes e audi necessidade de regular o eletrodo… √© como se o seu televisor desse defeito e voce entregasse ao t√©cnico que, ap√≥s alguns dias e sob a justificativa de “g√°s no tubo” ou “troca do pressostato” lhe entregasse dizendo esta perfeito,¬†Il n‘y a¬†pas de probl√®me.

O que faz lembrar minha m√£e no dia em que lhe apresentei o patinho feio, recuperada do susto pediu para abrir o capo e ver o que tinha ali dentro, quando mostrei “a maquina” ela n√£o acreditou que eu estava adquirindo um carro com cabo de vela, que coisa antiga, nem o antigo chato e mon√≥tono honda tinha isso… justi√ßa seja feita, de todos os logans que ja foram vendidos esse atual √© o menos feio ou para ser otimista, mais bonito que o antigo.

Enfim, era o que eu podia pagar e não estava nem aí para o que ela estava pensando, de fato, o carro se mostrou confiável e honesto até agora, a exceção da coifa, do enguiço e do sumiço.

Al√©m disso ele tem todos os itens de seguran√ßa que um carro moderno deve ter, um pre√ßo bom (custo nem tanto) e no presente momento esta funcionando como um rel√≥gio agora se √© cassio, seiko, mondaine, rolex, seja la qual for o tempo vai mostrar… e se antes eu tinha alguma d√ļvida hoje tenho certeza, que n√£o √© um carro para ficar.

Bom para financiar, me recordo que atrav√©s de um incentivo de taxa financiei uma parte pelo prazo da garantia e decidi, antes de acabar vou trocar, para minha felicidade e gloria da minha m√£e que sempre que senta no banco de tr√°s me pergunta como √© que fecha aquela porta porque o buraco para puxar a porta √© surreal… tal como o comando do vidro dianteiro, mais isso √© outra historia referente aos inconvenientes no que se refere a quest√£o dos inconvenientes ou caracter√≠sticas de projeto do produto e fica a dica de nome do novo modelo caso sejam mantidas essas “caracter√≠sticas” do produto, Renault Dal√≠.

Quando soube do defeito perguntei ao consultor se essa besteira, porque entendo que falha em vela, com a eletr√īnica de hoje em dia, deve ser algo trivial e f√°cil de identificar, enfim, se o melhor n√£o seria trocar logo essas velas para evitar o retorno do¬†criative tecnologie ao concession√°rio.

N√£o foi preciso e me foi dito que chego tranquilamente na pr√≥xima revis√£o, mesmo porque nos 40 mil km’s vou trocar isso mesmo.

Tudo bem, tudo certo, tudo √≥timo, tudo numa nice peguei o carro e no dia seguinte fui para o centro e, diante da onda de calor, aumentei o ar condicionado e surgiu um ru√≠do igual aquele de turbul√™ncia diante da obstru√ß√£o de alguma coisa na ventila√ß√£o do ar condicionado… um assobio… ah n√£o, mais ser√° poss√≠vel!

Pelo visto revis√£o esta longe de revisar, esta mais para “pague e sofra porque √© dono” do que qualquer outra coisa. Uma grande injusti√ßa, para qualquer pessoa, ainda mais eu que sempre e metodicamente fiz tudo o que tive que fazer, at√© palheta de limpador na revenda tenho o h√°bito de comprar, s√≥ n√£o uso o servi√ßo de lubrifica√ß√£o de porta etc e tal porque “cagou” o trinco na base do carro e no menor encosto sujava a roupa, a porta, ou seja, n√£o foi legal.

Fato é que esta andando, revisado e não tenho tempo para me tornar habitué de oficina então vamos deixar essa reclamação para a próxima revisão, je suis fatigue, espero que os próximos capítulos  sejam tão bons como os primeiros que realmente fizeram valer a pena.

RENAULT ASSUSTANCE e o email comunicando o auto localizado.

Hoje tenho certeza que a Renault n√£o √© uma empresa preparada para lidar com um erro… talvez tenha parado no tempo com a mesma filosofia daqueles franceses que mal tratavam os turistas que hoje gastam o seu dinheiro na cidade sem falar uma palavra sequer de franc√™s.

Aprendi  que o Renault Assistance se provou ser Assustance, porque se revelou em um arremedo de serviço que não me parece ser fiscalizado por quem quer que seja. E chego a essa conclusão porque de fato solicitei falar com uma pessoa superior ao atendente e isso não ocorreu.

N√£o restou alternativa sen√£o enviar o seguinte e-mail:

“Prezados,

Um pode mentir por algum tempo mais ninguém consegue mentir para muitos, por  muito tempo.
O veículo foi localizado em uma oficina independente na Taquara desde 8 da manhã !
Tal informação foi confirmada pela empresa que presta reboque a Renault.
RICAUTO Est Rodrigues Caldas, 1135 РTaquara  Rio de Janeiro РRJ, 22713-372
(0xx)21 2446-6465
Por gentileza queira a RENAULT providenciar a remoção do veículo dessa oficina independente e a entrega de imediato no concessionário EIFFEL para o reparo.
Fica a RENAULT também advertida e responsável pela entrega do veículo no mesmo estado de integridade que lhe foi confiado ontem a noite.
Lament√°vel e tr√°gico relato – e experi√™ncia – de um consumidor que perdeu 1 dia de trabalho procurando seu carro… espero que esse problema sirva de aprendizado para melhora do servi√ßo. O carro poderia ter sido entregue ontem a noite mesmo a Eiffel, n√£o foi e poderia estar andando agora, e n√£o esta.
Culpa minha, novamente n√£o foi, mais pago o pato porque? porque sou cliente RENAULT?!
Aguardo um retorno,
Pedro Vaz”

Fato √© que¬†eu que paguei pela coifa da caixa de marcha do carro em garantia e sou submetido a rede autorizada para todos os servi√ßos sob pena de perder a garantia agora a Renault, atrav√©s do “inconveniente do ve√≠culo sumido” que se traduz na falha do Renault Assistance, tem um prestador de servi√ßo que, sob sua responsabilidade levou o meu ve√≠culo para uma oficina qualquer e fica por isso mesmo.

Sinto dizer, decepcionei a marca no quesito consumidor padrão que exige respeito e consideração.

Dever de casa feito, cheguei em casa por volta das 20hs e ouvi um recado na secretaria eletr√īnica da minha resid√™ncia solicitando retorno.¬†Retornei a liga√ß√£o e o Renault Assistance perguntou o motivo do contato….

Como assim?! disse que quem estava retornando a ligação era eu,  motivo pelo qual queria saber porque haviam deixado o recado na minha casa, quando então a funcionária informou que o motivo da ligação era para informar que o veículo havia sido entregue no concessionário as 16:10, tudo bem?

Por obvio disse que n√£o, tudo bem n√£o.

E disse como pode estar bem se a Renault reboca o carro no domingo, poderia ter entregue na Eiffel no mesmo dia, não o fez sob escusa do horário comercial e garantiu que o mesmo ficaria seguro e entregue na segunda-feira as 8 da manhã no concessionário, fato que não ocorreu, e não satisfeitos omitiram o paradeiro do veículo e fiquei a cata do carro que me foi prometido ser entregue as 14:30, novo furo, só chegou no concessionário as 16:10!

Disse a pessoa que, realmente, se ela só tem isso para me dizer, não esta nada bem, tudo esta mal, muito mal e aguardo da empresa uma satisfação que é, no mínimo, um pedido de desculpa porque ainda estou inclinado em saber porque a garantia da peça foi negada e porque eu arquei sozinho com o custo total do reparo.

Foi quando a pessoa informou que seu eu não estivesse satisfeito poderia deixar uma reclamação no SAC da Renault e que isto só não poderia ser feito naquele momento porque só atendem no horário comercial.

Logo pensei que seria isso uma piada de mal gosto, depois me dei conta que esse √© o tipo de servi√ßo contratado e que o sistema realmente √© falho, e a julgar pelas comunica√ß√Ķes padr√£o que tenho, lamentavelmente o inconveniente √© uma caracter√≠stica do servi√ßo agregado ao produto, nada mais.

A questao do peixinho e do peixao

A questao do Peixinho X Peixao (no que se refere a questao de metaforas com peixes) é a seguinte:

1- Nao impora qual seja sua origem ou crença religiosa.

2- Irrelevante saber se deus fez o mundo em 7 dias ou se nasemos de um big bang cosmico.

3- Ou mesmo se nossa existencia remonta o macaco, o cavalo, o ovo ou a galinha

Nada disso importa.

Porque o que todo mundo sabe mais niguem fala √© que a Lei do Homem anda em paralelo com a Lei da Selva que por obvio segue Lei do Mar…

A√≠, peixe, reconhe√ßo que em todas as dimens√Ķes existem (e a existencia deles depende) os peixinhos e peix√Ķes que funcionam mais ou menos assim:

Рseja qual for a forma, um sempre chama atencao e outro sempre chamado atenção é.

– caracteristicas que sao percebidas geralmente por um estereotipo.

– estereotipo que aprendemos a aceitar, junto com muitos principios que perfazem as nossas acoes.

– quem nao consegue e nao aprende, da uns cacetes, atira, mata, enfim parte para a ignorancia,

Fato: o peixao come o peixinho… Fora do mar a disputa pelo espaco elimina o pequeno em prol do grande.

Exce√ß√£o a regra existe: Aquele peixinho que limpa tudo nunca √© comido pelo peixao… Porque seu movimento caracteristico faz uma marola que logo √© sentida pelo grande que logo reage, fica passivo, abre o bocao digamos assim e aguarda o termino do trabalho do peixinho que depois vai embora.

Regra similar existe perante a humanidade, quantas empresas, grandes corpora√ß√Ķes ou neg√≥cios maiores nao aprenderam com pareceiros, pessoas ou neg√≥cios menores….

Pare, pense e reflita, se esta regra nao se aplica a voce, cuidado, é provavel que haja um peixao ao redor de voce, que esta prestes a ser engilido e nem sabe.

Isto porque, ninguem é o fim em si mesmo.

RENAULT ASSISTANCE e o carro sumido que apareceu na Taquara.

Renault Assistance contratou uma empresa de reboque que levou meu carro para uma oficina de Jacarepagua chamada Ricauto… n√£o foi para Eiffel… n√£o tiveram a decencia de dizer onde honestamente esta o meu carro.

O mundo é pequeno e redondo, pau que da em chico tambem bate em francisco, e estou perdendo a paciencia.

Localizei a remocao e o prazo de entrega nao vai ser cumprido, o carro nao sera entregue as 14hs no maximo as 17hs certamente.

O que esta acontecendo?!

RENAULT: Aperte o cinto o meu carro sumiu…. Chega de marketing, quero gest√£o e solu√ß√£o!

Ontem a noite entreguei o carro enguiçado ao Renault Assistance com a promessa que o mesmo seria entregue no concessionário EIFFEL que efetuou o reparo do veículo, na Avenida Ayrton Senna, que é a localidade imediatamente próxima a minha residência. Isso seria hoje as 8 da manhã.

Pois bem, s√£o 1:13 e o carro esta sumido.

N√£o foi entregue no concession√°rio como prometido hoje pela manh√£, e ainda ouvi do concession√°rio que o mesmo estava “pendurado” no telefone com a Renault buscando o paradeiro do ve√≠culo.

Fui atendido pelo atendente Daniel, este conformou que o atendimento foi realizado no dia 19; confirmou que o auto deveria ter sido entregue no concessionário hoje as 8 horas da manhã contudo não soube dizer porque não foi entregue ou mesmo onde estaria o meu veículo. 

Resumo da ópera: estou sem carro, não sei o que o carro tem, estou me virando de taxi, não posso nem cogitar pedir um carro reserva porque essa solicitação só pode ser atendida após o recebimento pelo concessionário do veículo para análise e diagnóstico do mesmo e, confesso, esperei receber o telefonema do concessionário hoje pela manhã dizendo que o problema era simples, tudo resolvido, alguém deixou de apertar qualquer coisa, enfim, para usar o veículo mais isso não aconteceu.

Disse ao atendente Daniel, que me pediu mais tempo para retornar, que eu entendia que a situa√ß√£o n√£o era de pedir tempo, afinal se a revenda n√£o localiza o ve√≠culo, se ele (Daniel) n√£o localiza o ve√≠culo e se o carro deveria ter sido entregue as 8 da manha, ou seja, 5 horas ap√≥s o hor√°rio combinado, o que ele deveria fazer √© encaminhar o meu caso para algu√©m que entenda que a “opera√ß√£o” saiu do padr√£o para apurar como? porque? o que esta sendo feito? e principalmente onde esta o carro.

Daniel apertou o “mute” algumas vezes e disse que poderia me ajudar, direcionou a liga√ß√£o para o SAC da Renault, fui atendido por uma funcion√°ria que disse, em rela√ß√£o ao “inconveniente” do problema do ve√≠culo perdido, seria problema do Renault Assistance, que ela confirmaria a informa√ß√£o para redirecionar a liga√ß√£o.

Redirecionada a ligação ouvi da atendente seguinte que o veículo ja tinha sido entregue no concessionário, só não sabia a atendente que eu estava em conferencia com a atendente da revenda em outro telefone e que a mesma confirmava justamente o contrário.

Argumentei por alguns minutos que não acreditava nessa informação porque afinal de contas eu havia sido comunicado pelo funcionário da Eiffel que o carro não estava la, não teria porque ela mentir.

N√£o √© que num passo de magica o ve√≠culo foi encontrado no p√°tio do reboque, relatou a atendente do Renault Assistance que o carro estava “na base”.

Reiterei a funcion√°ria que por gentileza registrasse bem isso para corrigir essa falha, afinal, ningu√©m aprende s√≥ acertando, eu acredito que errar tamb√©m faz parte do aprendizado agora ignorar o erro ou tratar como “inconveniente” √© uma leviandade, uma falta de respeito com aqueles que, detentores da informa√ß√£o sabem que est√£o sendo enganados por quem esta do outro lado.

Acho que se as grava√ß√Ķes existem e s√£o gravadas, precisam ser escutadas e avaliadas. Ontem a noite perguntei se o atendente achava certo deixar o carro no p√°tio do reboque e ele respondeu que n√£o haveria problema, que o auto √© propriedade da Renault e que eu poderia ficar despreocupado, como de fato fiquei at√© ha pouco tempo.

Se o concession√°rio tem um funcion√°rio para receber ve√≠culos 24h por dia, porque a Renault que certamente vai pagar por isso n√£o levou logo o carro para la ontem. Uma das justificativas do atendente foi a que se o ve√≠culo apresentasse um defeito cr√īnico, chegando hoje cedo ele poderia rapidamente ser reparado ou se fosse necess√°rio a utiliza√ß√£o do Renault Assistance o carro j√° estaria l√°, enfim, e olha que isso eu jamais cogitei pedir porque acreditei que seja la qual for o defeito, deve ser oriundo de algum procedimento mal feito ja que at√© o momento da revis√£o n√£o tinha absolutamente nada a reclamar do mesmo.