Desconstruindo a guerra

Ainda não tenho todos os elementos para entender melhor o que desencadeou esta guerra contudo algumas coisas consigo refletir.

Então uma nação que é tida por corrupta tenta entrar para uma organização americana segundo a qual nesta entrada poderá instalar uma base do exército do bloco (americano) colado na Russia.

Resolveu aquele presidente dizer não e instalou uma guerra sobre terras algo inimaginável desde a segunda guerra mundial.

Pois bem judeus ali todos são. Corrupção na ucrania até então a mídia denunciava como algo do cotidiano, história que nós brasileiros sentimos no bolso e na vida de quem é assaltado na rua e pelo Estado na falta de estrutura e impostos demasiadamente altos e mal investidos, no bolso.

Aquele conflito tem dois players estrategicos e o mundo assiste perplexo a versão real do jogo WAR com medo de alguém melar e resolver sair detonando uma bomba para acabar com tudo.

Enquanto isso uma série de medidas são tomadas para aniquilar um player mundial na subsistência global por conta do ataque desumano contra civis.

Covid sumiu, e a pauta de ontem nos jornais é sempre a guerra, num tom odioso em relação a Russia que passou a ser a vilã do mundo moderno como conhecemo.

Não concordo com a guerra, ao que vejo mais de dez anos depois de diplomacia fracassada chegamos nesse acidente. A fome está aí, e lá é muito pior.

Derrepente vejo repetir cenas piores do que a vivida por Omran Daqneesh aquele menino que sobreviveu o escobro do ataque aéreo em Aleppo na guerra com a Síria e foi manchete de todo o mundo. The Guardian – Guerra Aleppo menino sobrevivente

Quantos mais Omrans o mundo vai produzir na solução da crise dos adultos? Destes não temos o menor controle porém as crianças não tem nada haver com o conflito e suas famílias merecem amor e respeito.

E o que isso tem haver com as oligarquias? Porque sair confiscando dinheiro de russos que não tem absolutamente nada haver com a decisão do presidente? Onde esta a justiça nisso? Alguns paises estão respetindo contra a Russia o que a união soviética fez contra os judeus e o mundo no passado, tomando tudo por seu. Até quando? Não existem direitos sobre a economia para impedir esse ato de selvageria?

A Russia atira bomba e o mundo bombardeia a Russia. Mais de seis mil sanções depois quantas famílias russas vão perder suas casas, sentir fome, viver o desemprego, o desabastecimento por conta dessa guerra.

Falhou o presidente russo ao admitir que era uma gerra sim. Talvez porque não queria chamar atenção ao mundo e gerar esse conflito da mesma forma que mentiu sobre serem os bombardeios estratégicos.

Isso não desce a humanidade esta marcara por isso agora o que tem o ginasta, o pianista, o concertista e toda a cultura criada em torno da nação com isso?

Será que a anulação de um povo é justa?

E o que esse povo agora instado a sobreviver e se reinventar vai pensar do ocidente? O que nós não estamos pensando sobre isso e porque nós estamos julgando e agindo em comoção por conta disso.

Porque não podemos ser estratégicos, sensíveis, idignados e humanos ao mesmo tempo? Qual mal existe em se fazer uma força tarefa para empregar a diplomacia em todo o mundo em um bloco coordenado para tratar desse assunto? Porque viramos telespectadores da desgraça alheia e nos alimentamos dessa notícia como os jornais tipo folhetim do passado noticiavam violência para justificar tiragem.

E quem esta por trás dessas pautas de ontem que amanhã estará certamente interessado nos clicks e na monetização para da catástrofe girar uma página, vender a repetição da notícia e continuar fazendo o mais do mesmo como se importante e relevante fosse.

Sofremos todos com essa guerra, nem a posição de ser agricultores do mundo nos ajudou a participar de uma saída deste conflito. Os que tomaram carnona na mídia para dizer que estão fazendo algo como o deputado de são paulo vergonhosamente em um momento intimo revelou a monstruosidade de sua mente ao ver mulher como objeto sexual em plena guerra.

Há muito tempo atrás quando jovem li no livro do Nelson Rodrigues que toda humanidade é burra. Naquela época achei que estava sendo muito duro, autoritário e irracivel diante do que vivia.

No tempo atual em que estamos todos juntos e globalizados onde estão as opiniões e as reflexões do presente que se feitas são com precisão e humildade?

E onde me encaixo em meio a essa guerra mundial ja deflagrada pelas principais nações do mundo contra a Russia que no final para todos resultará no aumento de fome e pobreza mundial.

Disso tudo o que resta é o medo, de que esse vale da morte perdure e sobre nós esqueçamos que mais uma vez estamos a banhar de sangue vidas, que não somos merecedores do ceu e absolutamente ninguém levantou a palavra para dizer que ha muito tempo uma pessoa morreu para a todos salvar.

É tempo de confessar, de pedir perdão e perdoar, de fazer diferença e tentar.

Amém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s