Carnaval: o melhor

Assista: youtube.com/watch

Estou nesse período a repensar os blocos de rua.

Sou a favor da construção de um Blocodromo na forma octogonal. Cada lado entra um carro e os foliões vao se voltando para o carro da vez.

Não sinto falta da vulgaridade que rola nesse período de carnaval, que aliás, ja denunciei em video censurado pela midia social.

Imagina, se não é próprio para a mida social, porque estou submetido a ver isso sem filtro?

Quem mora na Zona Sul fica impedido de sair de casa por conta da multidão. Muitas vezes não dão passagem e se dizem com razão.

Sair a pe torna-se um risco, você não sabe se vai ser mijado, molestado, criticado, assaltado, tudo em nome do carnaval.

Foras de si perambulam pela rua sem censura, sem limite, sem censo de propriedade.

Esse carnaval os frustrados continuarão como lobo em pele de cordeiro. A falta de um dia para como esse para extravasar na rua vai ser muito ruim para aqueles que dependem desse evento como oxigênio.

Final das contas esse carnaval vi um Rio de Janeiro ha muito não vivido. Trabalhei pela manhã, fui nos meus pais, circulei sem maiores complicações, sem o direito de ir e vir desrespeitado.

E talvez seja o momento de profissionalizar essa questão dos blocos, porque não?