Corpus Tristes… até quando?!

Ontem, dia de Corpus Christi, deveria ser um dia de comemoração, dia de procissão, dia de festa, dia de celebração da Santa Missa na religião católica, o que não aconteceu. Foi na realidade dia de Corpus Tristes. Não estou falando pela fé e sim pela manifestação dessa que não ocorreu.

Seja qual for a fé e religião, fato é que em todas elas existe um dia em que os fieis se congregam, vão as ruas, ornamentam suas casas, seus cultos, suas igrejas, seus templos, e saem ou juntos louvam a Deus.

Isso não ocorreu… e não é possível substituir isso pelo Zoom. E ainda que ocorra, não tem o mesmo sentido, propósito e até mesmo eficiência.

Não sabemos se o Coronavirus esta aumentando ou diminuindo as infecções. Se a imaginária curva existe, ainda não esta claro se esta achatando ou crescendo. Sabemos sim que as mortes decorrentes dele ocorrem muito rápido e isso impressiona. É motivo de dor, panico, e paralisa as pessoas.

Essas últimas semanas tem sido difíceis para todos.

Ainda que o desemprego galope mundo afora, por aqui talvez em razão dos direitos sociais, foi criado o factoide da suspensão dos contratos de trabalho sem remuneração. Isto estancou alguns de serem demitidos por iniciativa do empregador. Estes, não fizerem jus ao saque do fundo de garantia e seguro desemprego.

Uma parcela dos trabalhadores ficou pendurada no auxílio do governo. Esse auxílio é inferior ao que ganham. Aí esta um motivo de indignação, falta de dinheiro, fome, e saúde. Pior ainda quando o auxílio parece que é seletivo. Quem esta bem vamos ajudar, quem esta enrolado não vamos… e quem é fiel também? quem é militar também ? quem é da Zona Sul do RJ também ? indago se a Lei não é igual para todos ?

Ao me formar, jurei observar a ética, os deveres e prerrogativas profissionais e defender a Constituição, a ordem jurídica do Estado Democrático, os direitos humanos, a justiça social, a boa aplicação das leis, a rápida administração da Justiça e o aperfeiçoamento da cultura e das instituições jurídicas.

Entendi ao longo dos anos que esse juramento é impossível.

Ainda que sejamos indispensáveis a administração da justiça, não existe justiça nem dignidade nesse sistema que, parece é feito para nos ejetar. Não gosta quando exercitamos com independência ampla.

Fato é que advogar vai muito além do livro e da lei. É preciso que o advogado entenda na hora de prestar assessoria jurídica qual o melhor e mais eficiente meio de faze-lo. É preciso que o advogado avalie conflitos de interesses na hora de discutir, criar ou desfazer negócios, e por fim, como tais situações serão julgadas pela justiça.

Porque advocacia é coisa séria. Não se exerce da noite para o dia. A OAB não permite que que a profissão seja objeto de marketing… Daí a imprensa, rede social, rede profissional, são utilizadas por alguns profissionais para se enaltecer, como se fossem uma espécie de curandeiros no exercício da profissão.

Até quando?!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s