Viver é tentar até morrer, eventualmente acertar e certamente aprender, não importa o resultado.

Achei que seria bom se conseguisse mudar a pagina de alguns problemas… se ao menos conseguisse repetir rotinas que sabidamente me fariam bem, que não trariam dor, que ao final traria amor próprio, seria ótimo.

Não consegui.

Não fui bom o suficiente para corresponder as minhas expectativas, embora tenha sido excepcional e muito bem sucedido em ter lidado com a aposta, traçado um plano de ação, inicado a execução e por falta de disposição interna, ânimo, motivação e pela incapacidade de ligar os pontos, terminei diante do fato que poderia nessa batalha sair pior do que entrei.

Era óbvio?

o que restou?

Apos a decisão, em breve novo recomeço!

Ora, essa luta perdi, ja a batalha e o desafio, que consiste em superar certas limitações continua… imediatamente após lidar com a ferida.

to be continued!

2 comentários em “Viver é tentar até morrer, eventualmente acertar e certamente aprender, não importa o resultado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s