PA de BAH

Uma das vantagens que se tem de viver ao lado de alguém sem medo, é poder sem querer querendo se superar.

Foi assim que anos atras consegui retornar ao parque aquatico e voltar a nadar.

Não foi facil.

Porque nossa mente as vezes se prende em gatilhos que atrasam a vida, alguns dos quais remetem a situações complicadas – eventualmente nao resolvidas – do passado.

Consegui passar a borracha, superar o trauma de ter abandonado a piscina muito cedo.

Era muito jovem, tinha a obrigação de acordar muito cedo, ir ao clube, socializar, fazer polichinelo, nadar em piscina gelada e absurdamente funda, enfim cumprir um papel.

Vislumbrei na possibilidade de competir e entregar uma medalha de ouro aos 8 anos, como a unica oportunidade de cumprir o papel e virar a pagina.

Dificil foi mergulhar na piscina depois de velho, ter o flashback, lamber a ferida e  depois e seguir em frente.

Não morri, me toquei nisso e chorei esse episodio, essa magoa, energia passada, coisa de homem moderno sabe?! 

Com novo foco encontrei estimulo sabe la de onde, me fortaleci, me superei e consegui (melhor de tudo) sendo eu mesmo, aprender a viver o parque aquatico.

A agua da piscina climatizada, salinizada, não mais remete a carencia do calor do utero de mãe…. porque esse pedro cresceu, evoluiu e aprendeu a viver.

Nossa! E nadar passou a dar prazer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s