Conivente ou conveniente?!

O Brasil se tornou a nação do ti-ti-ti. Recentemente li algumas notícias sobre a interpretação do rol taxativo da ANS em julgamento no Superior Tribunal de Justiça.

E n√£o faltou adjetivo, narrativa jocosa e cr√≠tica ao STJ por ter dificultado e muito a vida de quem precisa do seguro de sa√ļde e muitas vezes tem o pedido de cobertura negado pela seguradora.

Ninguém falou da ANS… e do SUS? (Silêncio)

Ainda que não seja o Brasil um país que propicie o livre exercício de pensar da escola ao emprego, porque aqui o ensino publico ou particular obrigatoriamente segue um método próprio ditado pelo governo federal que compreende política essencialmente de esquerda e não permite ao trabalhador ter mais salário e menos encargos, tornou-se hábito reclamar.

Ent√£o √© mais f√°cil bater na toga do que repensar o sistema, porque do sistema esses que reclamam vive direto ou indiretamente. Seja elegendo quem diz que vai fazer uma nova pol√≠tica p√ļblica, ou quem vai a pretexto do problema reformular a que ai esta, ou at√© mesmo quem vai lutar.

Quem vai trabalhar para repensar o estado?

Porque o Brasil se tornou o país que criminaliza quem realiza atividade mercantil?

Porque o empres√°rio enquanto mercantilista pensa no bolso primeiro e depois enquanto consumidor pensa no seu direito primeiro.

Enfim me admiro ver tanta gente bem sucedida de expressão seguir o mote de bater na justiça enquanto seus eleitos vivem do aparelhamento do estado.

Imagina o tamanho do conflito…

Seus filhos no sistema de ensino aprender√£o que ANS Foi criada em 2000 e √© vinculada ao Minist√©rio da Sa√ļde. Tem por objetivo promover a defesa do interesse p√ļblico na assist√™ncia suplementar √† sa√ļde, regular as operadoras setoriais, inclusive quanto √†s suas rela√ß√Ķes com prestadores e consumidores‚Ķ

Ent√£o porque papai esta com raiva?

Temos 10 agências reguladoras no que classifico ser uma herança maldita do aparelhamento do estado cujo marco inicial se deu no governo Fernando Henrique Cardoso, a saber: ANATEL, ANP, ANS, Aneel, ANVISA, ANA, ANCINE, ANTAQ, ANTT, ANAC.

Todas lotadas de t√©cnicos p√ļblicos, or√ßamento grande, certamente com muitas indica√ß√Ķes.

O cavalo de troia chegou, foi implantado derrepente muitos, sem pensar, seguiram no autom√°tico a ideia nada original de bater no tribunal. Nem o Conselho Federal e Regional de Medicina bateram.

Por trás disso vejo a manipulação da imprensa. Temos apenas dois candidatos, não mais que isso e uma série de pesquisas que servem para ajudar na eleição na medida em que o povo que esta ai sem direito no sub aglomerado e a beira dos serviços ineficientes do estado vota para ganhar, não é para perder.

E ganhar √© van, onibus, asfalto, l√≠der comunit√°rio, pol√≠tica p√ļblica de massa, ainda que assim tenhamos mais estado menos economia e menos emprego.

Ate quando?!