Decido por onde ando, na medida em que as questoes da vida surgem. 

Não importa a altura do voo, ou complexidade da situação, aprende-se na recessão e desfruta-se nos bons tempos.

Aprendi que sou a mesma pessoa, exata mesma pessoa, independente da vida, do dinheiro, natureza afetiva, do trabalho e dos problemas dos outros.

Fecho os olhos e tudo some a exceção do que sinto pelo Love. 

O ceu é longe demais para alcançar nesse momento, por sorte eu tenho ele do meu lado aqui no chão, nesse amor que cresce constantemente.

Sinto a presença dele por onde ando, toda hora, todo dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s