Acreditar…

Acreditar é ter por verdadeiro um fato e/ou circunstância sem prova empírica do contrario, por exemplo: acredito que há vida após a morte; acredito em conto de fadas ou porque algum dia acreditei em voce?

Nada é por acaso, é um estado de espirito pelo qual, em homenagem a premissa – e aos princípios – que norteiam a nossa vida, temos por verdadeiro um fato.

Acreditar não é dificil, e não digo isso porque a Lei diz que todos são inocentes ate prova em contrário, mesmo porque, ao culpado só lhe resta a lei para defender-se e acredito (EU) que todos devem ter o direito de se defender.

Dificil é compreender o motivo pelo qual alguém, acreditado, age em desacordo com o voto de confiança que recebeu para ir contra quem acreditou, utiliza-lo (ou o poder que tem) em benefício próprio ou para prejudicar os outros… o que me leva a crer que a dificuldade não esta em acreditar, isso faz parte da nossa existencia e utilizamos isso para consecutar o nosso propósito, que é viver.

A dificuldade esta no fato que a acreditação implica em análise sujetiva de quem recebe, com os seus crédulos e valores, porque recebe mais um instrumento que pode ter reflexo direto nos outros por exemplo: orgulho de quem age por outro e passa uma mensagem ou pratica um ato de bem…

Prefiro viver tentando e acreditando nas pessoas, porque no dia em que eu não acreditar, acredite, é porque não estarei aqui para isso. No final, é tão mais legal se dar conta que exsitem mais pessoas boas do que más no mundo, e que podemos pela ajuda destas realizar tarefas outrora inimagináveis que da arrepios.

Fazer o bem é facil, basta acreditar e começar… vamos????