O retorno de quem nunca partiu.

Quantas vezes vivemos situaçÔes e circunstancias parecidas e que nos fazem lembrar de outras pessoas…. Seja qual for a explicação (amor, fĂ©, destino, deus…) tem certas coisas que a gente nunca esquece, sĂŁo elas o afastamento de pessoas (amigos, famĂ­lia ou nĂŁo) ou a falta de perspectiva para resolver um problema (muitos entram em parafuso) por exemplo.

Poucos conseguem suportar isso, viver com a dor e sem ter a quem culpar senĂŁo a si mesmo pelos erros e acertos cometidos nessa vida e o efeito colateral disso costuma ser a violĂȘncia, entao se vocĂȘ acha que vai puxar o plugue e fazer uma coisa estĂșpida e ridĂ­cula, segure a vontade por mais um dia, afinal acrediar no destino implica em aceitar que tudo pode mudar e de repente amanha voce esta seguindo seu caminho.

Bom é ter amigos e família, estes costumam nos fortalecer para lamber feridas, seguir em frente e renovar as esperanças.

Qual o problema?

Entramos no final do primeiro semestre deste ano… Nossa e isso mesmo??? !!! planos e agenda para 2013 quando 2012 nem acabou. Por outro lado esse tempo passou e foi sem tristeza e incerteza dos anos anteriores, Ă© como diz o ditado: o tempo Ă© o senhor da razao, agora se nao for, nao se preocupe, ele tambem Ă© senhor da aproximação da morte pela velhice e dos reajustes de indices tipo igpm, inflaçāo, desemprego, dĂłlar… Vai a dica: nunca Ă© tarde para começar denovo seja qual for o destino, importante Ă© viver o caminho livre e sem medo.